quinta-feira, 11 de junho de 2009

Madrugada inquieta

Estou tão mulher
Que busco nos tropeços do tempo as novas vontades para viver
Invento desejos e dilemas só pra me sentir capaz
Mesmo recriando várias em mim, que vagam, derrapam, deslizam para por fim voltarem para mim.

2 comentários:

consternado disse...

imagino, que madrugada heim?

Ego tripping disse...

geralmente me sinto mulher assim, rs

Linkwith

Related Posts with Thumbnails