sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Toda Juventude


Consumo o mundo
A televisão me consome ...
Ela ilude meus sentimentos,
Me engana
Me engano
Cortava as horas sempre
Eu era, eu sou?
Não sou mais.
Não saio de casa
Não penso muito
Tenho preguiça
Não ando mais o mundo
Não brigo mais ...
Me venci, só perdi!
Tenho raiva de mim
Tenho dó de nós!

Um comentário:

Camila Melo Puni disse...

Me lembrou uma poesia que usei num de meus trabalhos de graduação...

Mulher ao espelho - Cecilia Meireles

Beijos e saudade amiga, força sempre!

Linkwith

Related Posts with Thumbnails