domingo, 22 de novembro de 2009

Rosa no Apagão!


Olá pessoas .... como estão? espero que todos estejam bem.
No dia do apagão que aconteceu no Brasil e Paraguai, afetou vários estados desse nosso pais, eu tirei essa foto. Senti vontade de compartilhar através de dialogo/carta ou sei lá o nome dessa forma mesmo e não de cronicas ou poesias o que aconteceu nesse momento em que todxs estavamos ligados, mesmo que pela escuridão. Não vou ficar aqui especulando o que levou ao apagão, ja tive essa vontade e passou, pois sinceramente, amigxs, acredito que nunca saberemos os reais motivos que nos levaram a ficar horas no "breu". Bom, eu moro em Santos, e aqui a luz começou a falhar eram mais ou menos 22:15h. Tinha eu acabado de tomar banho, deitada na cama do meu quarto lendo coisas sobre Wicca e Paganismo, distraída e entregue ao descanso. Como num passe de mágica, fez-se a escuridão. Esperamos, esperamos; deveria ser algo passageiro, jajá voltaria tudo ao normal. As velas foram preparadas, ja que se passava mais de 5 minutos. De repente, tudo ficou entre sombras ... o silêncio que possivelmente viria com o desligamento total de aparelhos eletrônicos, era rompido pelos vizinhos que se interagiam. Os cachorros conversavam entre si atraves de uivos. Como nós, esses se questionavam sobre o desaparecimento da eletricidade. Abri a janela do meu quarto, só se via os vultos das pessoas por conta das velas acesas, crianças que choravam, que cantavam, adultos que especulavam. Foi então que debruçada pude ouvir bem "de longe" o som do radio (a pilha hehehe) de um dos moradores. "Nossa gente, o negócio pegou em Santos todinha" sai gesticulando com as pessoas que moro. "Não, não, é no Estado todo" .... "nossaaaaaa" ... "não não não, afetou o país TODO" quiz eu levar a informação, me sentindo "informada" hahaha.
Foi então que pude "relaxar". Tive a sorte de estar em casa, não a mesma de uma amiga que depois me disse que no momento que tudo cessou, coitada, estava ela na avenida mais movimentada de Santos. Eu, sem sono, curiosa como todxs querendo saber mais e mais, resolvi brincar um pouco, aproveitar esse momento que muitxs de nos compartilhamos por algumas horas. Tirei fotos, brincava eu com a vela, fazia dela a fonte para novas imagens.
Filmei também a penumbra das pessoas do meu prédio. Se via imagens sendo formadas através da interação dos vizinhos. Achei engraçado. Simularam até um parabéns! hahahahahaha!!!!
Como viramos eletricidade sem luz. Precisou ser desplugada para que as luzes da comunicação realmente entrasse na vida uma das outras. Seja de qual maneira fosse, cantando parabéns para encantar aquele momento à uma criança assustada, seja compreendendo o latido chorado do cachorro perdido, ouvindo radio à pilha (não muito utilizado) para compartilhar a "incerteza" do acontecimento, ou buscando imagens pela luz de uma vela. Será que nascerão "filhos do apagão"?
Um beijo a todxs ...

5 comentários:

Ushas disse...

'Como viramos eletricidade sem luz´ adorei esa expressão! Eu estava sozinha em casa. tava fazendo bicicleta (tipo hamster), acabou a luz, olhei pra fora tudo apagado. Engraçado a luz da minha sala continuou acesa um tempão... não pensei muito, ouvi uma vizinha gritando: "por favor alguém tem vela??!!" eu tinha uma pela metade, q usava pra fazer meditação. Fiz alongamentos compridos... e como nada voltava, tomei banho de caneca. Nossa como economiza agua tomar banho de caneca! Vou fazer isso mais vezes... Dai minha mãe chegou, lá do Eliopolis contando o caos q tava a cidade...
eiii posta mais fotos!!!!beijos linda

Old Circus Blues disse...

O coletivo de estudos orientais (Litte Wolf) - eu nem percebi o apagão, pra te dizer a verdade nem sei o que estava fazendo no dia. Minha cabeça anda tão longe e area que esses ultimos dias tem sido somente dias... isso já me acontece a algum tempo... então pra mim esse apagão acabou como não afetando até porque ainda me encontro na zona de penumbra, e aí a luz é um meio importante porém sua falta não afeta essa condição. Otimo texto muito bom, quanto a sua leitura não sou fã dessa magia, mas não critico hoje em dia mais por uma unica razão tudo que é feito de boa fé a mesma tem seu retorno.

Plenitude

Cleo disse...

Valeu meus queridos ... xD

Marcela Loureiro disse...

BLECAUTE!!!
Gostei do texto...sensível demais essa menina... cheia de detalhes e nuances...

Kaos Z disse...

adorei!

Linkwith

Related Posts with Thumbnails