sexta-feira, 30 de abril de 2010

Lua Adversa - Cecília Meireles




Tenho fases, como a lua
Fases de andar escondida,
fases de vir para a rua...
Perdição da minha vida!
Perdição da vida minha!
Tenho fases de ser tua,
tenho outras de ser sozinha.

Fases que vão e vêm,
no secreto calendário
que um astrólogo arbitrário
inventou para meu uso.

E roda a melancolia
seu interminável fuso!
Não me encontro com ninguém
(tenho fases como a lua...)
No dia de alguém ser meu
não é dia de eu ser sua...
E, quando chegar esse dia,
o outro desapareceu...

3 comentários:

Azia e Insônia disse...

Uma completa Lua, com todas suas fazes, esperando contemplação.

Kin disse...

Cecilia... minha querida mãe de inspirações vagas noturnas...

Cléo disse...

Cecilia tambem me cuida, me inspira ... ela é incrivel ... imortal em nós! Um beijo queridxs ...

Linkwith

Related Posts with Thumbnails