sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Àgua Pesada (baseado na obra Àgua Viva de Clarice Lispector



… Desabou
sem mais o que fazer.
Resignar-se.
Compreender à ausência.
Navegar em àguas pesadas,
Àguas são como vento
O deslize da terra.
É o fogo que se alastra.
A impermanência da Natureza
tolice conter
De bobagens é nutrido o ter
Não reprima o não querer
o querer não se é mais,
Não tens força suficiente para controlar nada!
Só deixe ir!
É selvagem e de veludo, assim deve ser.
E de olhos fechados
hoje seu destino é você
Sua vontade é estar,
Com missão de resistir!
Quedas e desastres acontecem
Insustentável, que flui …

2 comentários:

Linkwith

Related Posts with Thumbnails