terça-feira, 20 de abril de 2010

O que ando lendo: "Esculpir o Tempo" - Andrei Tarkovsky


Capa do filme: O Espelho - Andrei Tarkovsky


 (trecho retirado do livro: "Esculpir o Tempo" - Andrei Tarkovsky - pag. 8,9)

... Uma mulher enviou-me uma carta que lhe fora escrita pela filha, e cujas palavras representam, ao meu ver, uma extraordinária afirmação da criação artística como uma forma de comunicação infinitamente sutil e versátil: "Quantas palavras uma pessoa conhece?", pergunta ela à mãe. " Quantas ela usa na sua linguagem cotidiana? Cem? duzentas? trezentas? Envolvemos os nossos sentimentos em palavras e tentamos expressar através delas a tristeza e a alegria e todo tipo de moções, exatamente aquelas coisas que, na verdade, são impossíveis de expressar. Romeu disse belas palavras à Julieta, palavras vivas  expressivas, mas elas certamente não disseram nem a metade daquilo que dava a Romeu a sensação de que o coração ia saltar-lhe do peito, que lhe prendia a respiração, e que levava Julieta a esquecer-se de tudo, exceto do seu amor. Existe um outro tipo de linguagem, uma outra forma de comunicação: a comunicação através do sentimento  imagem. Trata-se do contato que impde as pessoas de se tornarem incomunicáveis e que põe por terra as barreiras. Vontade, Sentimento, Emoção - eis o que elimina os obstáculos entre pessoas que, de outra forma, encontrar-se-iam nos lados opostos de um espelho, nos lados opostos de uma porta ... A tela se amplia, e o mundo, que antes se encontrava separado de nós, passa a fazer parte de nós, tornando-se uma coisa real... E isto não ocorre através do pequeno Andrei: trata-se do próprio Tarkovsky, dirigindo-se diretamente à platéia, sentada do outro lado da tela. Não existe morte, existe imortalidade. O tempo é uno e indiviso. Como se diz num dos poemas: ' A uma mesa, sentam-se avós e netos...'. A proposito, mamãe, liguei-me a esse filme sobretudo por seu lado emocional, mas estou certa de que podem existir outras maneiras de vê-lo."

Preciso assistir ao filme urgente. Caso alguém tenha assistido e queira compartilhar desde já as suas experiências com O Espelho, sintam-se a vontade. O livro é fundamental! Lindo!
Besos ...

2 comentários:

Azia e Insônia disse...

fiquei curiosissimo por esta obra! nunca vi nada do tarkovsky, quase vi stalker, mas não rolou.

GOstei muito desse enredo.

Alow? ALow? Por que não me atende? Alow!? Me escuta? Beijão!

Kaos Z disse...

nossa demais esse livro héin... num vi O Espelho mas Stalker vive em mim... besos

Linkwith

Related Posts with Thumbnails