sábado, 19 de fevereiro de 2011

pequena reflexão sobre a tua ausência


É o corpo 
Esse que soluça e clama 
É o copo
Aquele companheiro desorientado, irremediável que sei
É a noite
Essa insolúvel espera e busca 
É a lua
A parceira leal, acalenta a angústia da tua ausência.

2 comentários:

Cléo Oliveira disse...

pra uma noite que me presenteou com uma hora a mais de lamento - maldito término de horário de verão!

Azia e Insônia disse...

Dureza... mas passa! ;*

Linkwith

Related Posts with Thumbnails